sábado, 29 de novembro de 2008

QUE FIM LEVOU...

Profs. Chagas Campos, Raimundinho Andrade, Dr. Dácio Bona e o Diretor Padre Mateus. Os alunos, por favor, quem conseguir identificar algum colega de turma dessa época, façam comentários na matéria. Vamos transformar este post do Blog em um documento histórico, identificado e datado. Pelo visual da turma, deve ser metade dos anos 60.

Fotos: Museu do Paulo&BitorocaraNews

15 comentários:

helmo disse...

Amigo Netto,

Como assiduo visitante do BITOROCARA NEWS, tenho que fazer uma pequena correção sobre a foto veiculada nesta coluna, na verdade o nome de um dos professores é Dr. Dácio Bona, e não, Dr. Dácio Ibiapina. Pequeno lapso que não altera a beleza da foto nem da sua descrição. Um abraço, Helmo Bona Andrade.

zan disse...

Salvei, fiz um zoom mas não reconheci ninguém, tou cego mesmo ou com o hd saturado de campomaiorenses que revi ontem no encontro aqui em Brasília.

João de Deus Netto disse...

Obrigado pela correção do nome do Dr. Dácio Bona, Helmo.

Milton disse...

João de Deus, o Zan disse que não conheceu ninguém da foto? Ele foi um dos fundadores e professor do Ginásio Santo Antônio, lá pelos anos 40, depois ele ajudou a instalar e trabalhar no Banco do Brasil em C. Maior. O Zan sempre foi competente, talentoso, bastante modesto e tímido ao extremo.
Abração aos campomaiorenses de todos os tempos. Escrevo de Goiânia.

zan disse...

Netão, em janeiro eu já estarei em Bitorocara. Se não fosse isso com certeza iria compartilhar uns pés de alface com o churrasco de vcs. por cá. Milton, eu nasci em 46, cara, como é que eu fui fundador do Ginásio Santo Antonio na década de 40, criatura? Vocês, Amaral incluído, tão querendo me difamar, pô! Assim não dá. Matusalém é a pqp!!!

zan disse...

Cara, nem conto, mas já tou contando, foi uma loucura o encontro dos campomaiorenses ontem aqui. Vi gente que não via há séculos, isso sempre acontece. Vai sair foto no site da luselene, vão lá... As fotos falam mais que palavras. Cabeh, Pedro, Ricardo Reis e Bonitinho (que figura, cara!)tão de parabéns...

zan disse...

Esse Milton é um caluniador da pior espécie, já tou até desconfiando de quem se trata. Dizer que eu sempre fui competente, talentoso, bastante modesto e timido é um dos piores insultos que eu já encarei. Milton deve ter trabalhado comigo no BB e tá me gozando, cara... vou desmasacar esse sujeito, custe o que custar.

Anônimo disse...

Reconheci 2 da turma de cima da esquerda para a direita: o Primeiro é o Ze Chico,( irmão da Helena Pires que era filha adotiva de dona Zenita) hoje deve ser funcionario aposentado do BB e o segundo acho que é o Agenorzinho Melo irmão do ex-prefeito Cesar Melo. E como o colega falou um dos professores é o Dr. Dacio Bona que morava em frente a casa do Sr. Alipio Ibiapina. Abs. Makuru

Milton disse...

Zan, tenha santa paciência! Em 1946você já invarava (lembra invarava?), já pulava o muro do cinema do seu Castelo, o primeiro dono, antes do seu Zacarias. Bem verdade que nós éramos vários invaradores. Coisa de menino, Zan, nada demais. Faz anos que não vou a Campo Maior, mas vamos nos encontrar lá um ano desses pra gente lembrar essas travessuras do início do século passado. Reminiscências de dois dinossauros.
Um xêro.

zan disse...

Esse Milton é um cara corajoso. Me chamar de dinossauro assim sem mais nem porque, me acusar de "invarar" o cinema do seu castelo. Tem hora que me dá vontade de encerrar essa minha brilhante carreira de comentarista de blog... ô Neto, acode aqui, cara, quem é esse infeliz desse Milton...?

M Aurea disse...

Na parte superior é José Francisco Pires,filho de Firmino Pires,depois José Raimundo Miranda,casado com Irene Andrade e Barrinho e o último da fila de baixo é José do Banco do Estado.

Acélio Correia reconhece.... disse...

Teresina(Pi), 05 de janeiro de 2.009.



Caríssimo Netto,

Sou campomaiorense e já morei(Rua Cel. Eulálio Filho, nº 431 - Rua da Pista) em uma residência de propriedade de seu avo(De Deus).

Desejo contribruir para a identificação dos outros "jurássicos" concludentes do Ginásio Santo Antonio(período de 1.959 a 1.962), cuja foto foi postada em 29.11.2.008.

Infelizmente, os meus surrados neuronios, após 46 anos da foto, não atendem as evocações cordianas.

Perdoem-me os colegas de turma pela indesejada amnésia por não conseguir, momentaneamente, lembrar-lhe os nomes, queridos e respeitados desde aqueles áureos tempos.

Na parte superior(da esquerda para a direita de quem ve a foto) - José Francisco Pires Ferreira(filho da minha professora de história universal e inglês: Maria Zenita Pires Ferreira); José Raimundo Fortes de Miranda(ex-funcionário do Banco do Brasil; batalhense e seresteiro dos melhores); Barrinha; José Arimatea Oliveira(10 anos depois, meu colega de BEP, por mais de duas décadas) e Edmar Alves da Silva(médico veterinário - filho do Sr. Gentil Alves)Na ala, predominantemente, feminina: A primeira, parece-me ser da família Barjud; da segunda à quinta(não as esqueci, mas não relembro os nomes); a sexta, parece-me a Maria Alice Feijão; a sétima, o coração recorda, mas a lembrança não me acode; a oitava, Cristina Vale(ex-secretária de educação; irmã do vigoroso zagueiro do Comercial - Augusto César), filha de uma das melhores amigas(Consolação Capucho) de minha mãe(Ritinha do Mozart); a nona; Antonieta Ibiapina; a décima: Rosa Helena; a décima-primeira; Rosa Soares; décima segunda; memória falhou...(morena extrovertida, autêntica, agradabilíssima, provavelmente da região de Porto); décima terceira e décima quarta...(novo lapso mnemonico);
Filinto(de Piripiri ou Pedro II); José Bandeira da Rocha(natural de Capitão de Campos - caligrafia impecável - eterno nota 10 em matemática - médico em Brasília); João de Deus Carvalho(anos depois meu colega de BEP(falecido) - filho do comerciante Falcão/proximo ao Benedito Bandeira e Vespasiano de Brito); Valdinar (da região de Coivaras, atualmente, advogado em Brasília); Deusdedith; Rufino Júnior(possivelmente de Ipiranga/parente do padre Mateus);

Professores: Francisco das Chagas Campos Pereira(a quem agradeço os rudimentos de latim que aprendi no estudo das fábulas de Fedro e Esopo); Raimundo Nonato Andrade(Professor Raimundinho Andrade, mestre que possibilitou o meu ingresso e garantiu a minha permanência no Ginásio); Dácio Bona(figura querida que ainda hoje me chama de "meu afilhado") e Padre Mateus Cortez Rufino a quem agradeço a boa formação humanistica que recebi e de quem nutro saudade pelos puxões de orelhas e tapas que recebi, "que só se perderam os que não foram aplicados".

Agachados: José Acélio Correia(advogado em Teresina); João Crisóstomo de Oliveira(Coronel Reformado da Polícia Militar do Piauí - Ex-Prefeito de Paulistana); Justino de Araújo Cunha(médico em Teresina, já falecido); Pompilio Evaristo Cardoso(economista, ex-deputado estadual - político em São Miguel do Tapuio, de quem recebi o apelido de "gramático"); Pedão(interno/Casa Paroquial) e Aureliano da Costa Oliveira Neto (bancário em Belém - filho do Sr. Mundico, do correio).

Acredito que nem todos os concludentes constam da foto que, possívelmente, foi produzida pelo "Agenor". Estamos em uma das bordas da praça Bona Primo, à altura do sobrado do Major Honório, costas para a Igreja Matriz. As cadeiras parecem ter sido emprestadas pela Dona Edmeé(Escola de Datilografia, ao lado do Cine Nazareth). Dentre os faltosos, posso citar, sem muita convicção: Antonio Costa(Costinha); Chico Chém-ém-ém; Henrique Pires Ferreira....

Atenciosamente,

José Acélio Correia.
Rua Nina Rodrigues, nº 59 - Bairro Cabral.
CEP 64000 - 630 - Teresina-Piauí.

Washington Araújo disse...

Zé Acélio, o seu relato, identificando mestres e alunos e informando as carreiras que seguiram, mostra a importância que o Ginásio Santo Antônio teve na formação dos jovens de Campo Maior e de outras cidades do Piauí.
Um abraço fraterno para você e seus irmãos.

José Bandeira disse...

Caro Netto, penso que conheço algumas pessoas. Vejamos:
último da direita (em pé), com as mãos nos bolsos, é o josé Cortez Rufino Júnior, sobrinho do Padre Mateus.

Em pé, terceiro da direita para esquerda: é o Waldinar.

No alto, segundo da esquerda para direita, de topete, é o josé raimundo fortes de Miranda.

Oitava mulher, da esquerda para direita, é a cristina maria furtado do vale (cristina capucho). Cuidado, pois há quem apareça apenas o rosto.

Bem atrás do Dr. Dácio Bona, aparecendo apenas o rosto, é a terezinha, sobrinha do Padre Mateus e da Tia Anísia.

Ao lado da Terezinha, de calça preta e camisa branca, é o josé Bandeira da Rocha Neto.

De cócoras, segundo da direita para a esquerda, é o Pedro Rego.

De cócoras, o sexto da direita para a esquerda, parece que é o josé Acélio, mas não tenho certeza.

A foto é da turma de formandos de 1962.

Um abraço. José Bandeira.

Aureliaano disse...

Caros colegas,


surpreso e feliz em receber essa foto de 1962 com os colegas do Ginásio e os 4 Mestres. O Padre Mateus fez o meus casamento em Teresina, no dia 23.03.1973, já como Monsenhor. Dos colegas da foto lembro-me de 14 deles pelo nome. Porém só encontrei com Valdinar e José Acélio depois que sai de Teresina em 1969. O José Acélio foi o que mais compartilhou comigo momentos inesquéciveis em Campo Maior. Das colegas lembro de 4 pelo nome:Cristina, Antonieta Ibiapina, Rosa Helena, Rosa Soares. Desculpe as demais, mas é já se passaram 48 anos.
Aos que tiverem a oportunidade de conhecer a Grande Vitória estou ä disposicão aqui em VILA VELHA(ES).

Desejo a todos saúde e que tenham vida longa para podermos nos encontrar em breve.

Aureliano Costa Oliveira Neto.
Av. Antônio Gil Veloso, 2124/501
29101011- VILA VELHA (ES)
Tel.27 8811 9647

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...