quinta-feira, 11 de agosto de 2011

ESPORTE BRETÃO - Quem são estes craques?

A NOVIDADE É QUE O FLÁVIO BONA JÁ FOI GOLEIRO? DIGA-ME LÁ, PROFESSOR RAIMUNDINHO?!
(clique e amplie)

Vou tentar fazer a escalação da segunda foto:Em pé: 
Flávio Bona, Paulo Molíca, De Duas, Sima, Lucídio(nega véia)e Lourival(Louro).
Agajados: Luiz Filho(baixote), Manoel Catita(Popopô), Dourado(falecido), Não lembro, Cotinha e Buí. Lembro desse time como se fosse hoje. Essa foto deve ser de 1975. (Júnior Araújo) 

Fotos gentilmente cedidas pelo Ari Cordeiro

13 comentários:

Francisco Macedo Junior disse...

Netto...
Vou tentar fazer a escalação da segunda foto.
Em pé: Flávio Bona, Paulo Molíca, De Duas, Sima, Lucídio(nega véia)e Lourival(Louro).
Agajados: Luiz Filho(baixote), Manoel Catita(Popopô), Dourado(falecido), Não lembro, Cotinha e Buí. Lembro desse time como se fosse hoje. Essa foto deve ser de 1975.

João de Deus Netto disse...

Júnior, de repente os nomes vieram aos meus dois neurônios. De rostos (amigos fêi!), conheci quase todos! Que pena, pelo amigo Dourado. Não sabia.
O Ari deveria escalar o outro time, onde ele me disse que estava meu tio Tito, irmão do Noquinha; Alberto... da Rua do Sol. Acho que ele não está aí não!

Anônimo disse...

Netto,

Acabei de ligar pro Flavio Bona, ele esta chegando de ônibus em São Luiz e lá pega "asa dura" pra Santarém no Pará onde o Comercial joga pela série D nacional.
Me admirei de irem o restantre da viagem de avião, e indaguei se a CBF custeava. Ele me disse que nem um "caroço de feijão" a CBF paga pra times da série D. São uns herois, vão na raça, na paixão, no entusiasmo.
Vamos torcer então que a viagem seja proveitosa até no resultado da partida.
E mais, perguntei que historia é esta dele goleiro. Ele me falou que se aventurou na carreira de pegador de bola (no fundo da rede) em um campeonato no bairro de Flores, e falou nomes de todos os jogadores, e notei que um nome que citou não esta na relação do "cruzeta" e "rabujo" do Junior, que é o Milton, quem sabe possa ser este que falta na escalação do meu amigo Junior.


Helmo Bona Andrade

Antonio de Souza - De Cuiabá disse...

Se não me falha a memória, no primeiro time, identifiquei o Boguém, em cujo time amador, o Campo Maior, eu joguei um tempo, ainda juvenil. Joguei não, corri atrás da bola. No segundo time, conheço (ou lembro) a maioria, mas lamento saber que o grande Dourado já não está mais entre nós. Era um craque, gostava de vê-lo atuar - aliás, tive a honra de jogar com ele.
Grandes times, esses aí das fotos, com grandes craques. Campo Maior tinha essa vantagem: fabricava craques. Nesse momento, me vem à memória o inesquecivel Edmar Pinto, grande amigo de infância.
Atenção, Nettão: para seu conhecimento, reassumi a editoria do site MidiaNews, aqui em Cuiabá. Não topei projeto de voltar ao Serviço Público em Mato Grosso. Grande abraço

Horácio Lima disse...

Perfeito Antonio de Cuiabá, o Boguém também reconheci, diga-se de passagem fomos adversários alí pros lado da baixa onde eu atuava pelo Cruzeiro da Pça. da Bandeira.

Boguém que nos tempos atuais é um grande incentivador do esporte amador lá na sua comunidade Alto do Meio e adjacências, e, recentemente foi inaugurada uma praça de esporte na mesma localidade com o seu nome (Campo do Boguém) merecidamente.

E prá encerrar, estou ouvindo Renato e Seus Blue Caps, no controle o DJ Netto de Deus.


hl/sp

José Miranda Filho disse...

Antonio de Souza, você atuou pelo Campo Maior, quadro amador e juvenil? Não terá integrado a mesma equipe que tinha o meu irmão, Icade, como goleiro?
Horácio, depois dos jogos na Baixa, você ia fazer o quê? Quero dizer, também lá na Baixa...?
Que conversa é essa de Rádio Bitorocara, através da qual o Horácio estava escutando o Renato e Seus Blue Caps? Estou por fora...

Batista disse...

Seu Zé ligue seu radio semp aí do seu computador KKKKK são as caixinhas de som aí do lado. Ou não tem?

José Miranda Filho disse...

Pois é, Batista, descobri o mistério ainda na noite passada. Se não lhe for incômodo, veja meu palavreado a respeito da Rádio Bitorocara no post "Personagens da nossa história recente".

Antonio de Souza - De Cuiabá disse...

José Miranda, joguei no juvenil do Campo Maior, por pouco tempo. Atuei algumas vezes no estádio Deusdeth Melo. Em matéria de bola, eu gostava mesmo era dos "rachas" na Baixona e Baixinha, onde construimos o El Campin. O Netto Dedeus era o engenheiro da obra - e, claro, um dos "astros" da pelada. Tinha escalação garantida, pois era dono da bola e do campo. Conheci seu irmão Icade como um grande goleiro, mas não joguei com ele.

Horácio Lima disse...

Grande Zé Miranda, que bom o seu retorno ao Bitorocara, a sua ausência é compreensível. Respondendo a sua curiosidade, eu quis dizer Baixa do Cariri e não baixa moita, e, após atropelar a redonda bola retornava para minha casa tomava um banho de cuia e rumava para o Bar do Chico Ernesto alí na Pça da Bandeira, ponto de encontro da juventude do meu bairro Matadouro, acho que me retratei.


Abraço
hl/sp

Ari Cordeiro disse...

Netto, posso dar a escalaçao dos times, mas acho que vão ser indentificados aos poucos pela moçada que prestigia o Bitorocara. Na primeira foto, em pé, o quarto é o Chicão, conhecido como Chico do Giló,o sexto é o saudoso Natal irmão do Deda, o quarto agachado é o meu primo Dragõo, não este Dragão que jogou no Comercial mas recente, o outro mais velho. Tenho outras fotos pra enviar,um abração.

José Miranda Filho disse...

Tudo bem; agradeço ao Antônio de Souza e ao Horácio Lima o pronto atendimento às minhas curiosidades.
Quanto ao João de Deus, jogava futebol? Pelo que sei, ele gostava mesmo era de desenhar caricaturas com giz na calçada de sua casa, na famosa Rua do Sol (Padre Fábio).

Belchior Neto disse...

Ari Cordeiro, favor entre em contato comigo, pois gostaria muito saber mais sobre seu arqivo fotográfico.
belchior60neto@hotmail.com
Aguardo retorno
Belchior Neto

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...