sábado, 29 de novembro de 2008

SEM DÓ DA DODÓ

Reparem que a legendária Dodó tá espiando com o rabo do olho, pro Firfilho, Ela desconfia que o filho do Sr. Aureliano andou botando umas gotas do líquido que ele aprecia, na “Mirinda” (ou é “Grapete”?) dela. A Dodó também tinha que sentar nessa inflamável mesa? O Sílvio do prof. Raimundinho se abre e o teresinense cunhado do “fifiu” tá preocupado é com o melhor ângulo do retrato.
Mais posts (antigos) sobre a História e os Costumes de Campo Maior, clicando neste Link:
http://jd.netto.zip.net/ Inclusive sobre a origem da Dodó e de como ela chegou em Campo Maior.

9 comentários:

amaral disse...

o fifiu, era irmão do clemilson e do william, dois cabeludos sisudos e iseparáveis, presença infalível nas tertúlias dos anos 70no campo maior clube. uma vez alguém me levou até sua casa e lá me mmostraram uma obra do fifiu, uma pintura, ou era uma colagem, no estilo do pontilismo impressionista. o cara era um artista. o que foi feito dele e de seus dois irmãos?

amaral disse...

o pontilhismo surgiu na frança como um desmembramento da escola impressionista, com o pintor Georges Seurat no final do século XIX. era uma pintura que utilizava o AJUNTAMENTO de pontos para formar uma idéia de tonalidade, uma resposta nova ao estilo tradicional fundamentado na MISTURA de cores.

zan disse...

Dodó era a própria negra véia engraçada, parecia personagem de ficção.

Luiz Meiota disse...

Amaral com a cachaça que essa criança tomava eu não arrisco nem um palpite por onde ele anda.

amaral disse...

meiota, rapaz, tú que é desse time aí, só pode tá escondendo o jogo. passa a bola, meu!

zan disse...

Quem era meu amigaço era o pai do Fifiu, o cidadão Francisco Aureliano. Trabalhei com ela na Prefeitura. Gente finíssima, Tesoureiro, mas sistemático ao extremo, vale só na sexta-feira, por aí. Estressava quando insistiam. Nesta época, 67/68, trabalhavam lá figuras inesquecíveis. Eu aqui fico me lembrando daqueles tempos em que eu era realmente bom, puro e besta... Ao ponto de me lembrar do nome de quase todo mundo:Augusto Pereira, Joaquim Oliveira, Marion Saraiva, Dos Anjos Neiva, Maria Portela Bona, Gemma Portela, Socorro da Copa, Zilmar Araújo, Francisca, Terezinha (irmã do grande craque do passado Geraldo Pucuta), Cristina Bona, Antonio Raimundo Ibiapina, "seu" Chiquim, Souza, Bonfim, Edson Mucura (filho do grande tocador de pratos da banda, Boi Laranja) e o inesquecível Luis Cancão. O prefeito era meu amigo e mestre Raimundinho Andrade. Se eu esqueci o nome de alguém aí, perdoem, foi sem querer... eu era datilógrafo da Secretaria e penava pra decifrar os hierogligos do Dr. Joaquim Oliveira quando da assessoria jurídica vinham os anteprojetos de lei... Oh, tempos...

zan disse...

Fiz com "seu" Aureliano o que fizeram comigo aqui num posto de saúde: troquei o sexo do cidadão... O Netto faz umas notas gozativas encima do pessoal que quer trocar de sexo, tem fila e tal, no outro blog. Aqui na Vila Planalto, sem fila nem nada, em cinco minutos, o pessoal faz a operação... mole, mole. E eu só queria marcar consulta com oftalmologista (ainda tou esperando...)

M Aurea disse...

O que minha mãe contava é que a Dodó,o nome verdadeiro era Edwiges,veio de Valença do Piaui,acompanhando um padre,não sei se Acelino,e meu avô Eudoro Portela que veio ser sacristão,ele era viuvo e ela cuidava de seus filhos,aqui ele casou com minha avó Leopoldina conhecida por dona Lelé.O nome que Dodó adotava era Edwiges Portela por ter sido agregada da familia.

William de Sousa disse...

Hoje tava fuçando uma caixa e encontrei um monóculo, e tive a
formidável idéia de ir ao grande amigo google e perguntar sobre nomes e locais de outrora. E encontrei o bitorocaraBlog Sou William o cabeludo irmão do fifiu, filho do Seu chiquim presidente do Campo Maior Club que discursava até encher o saco da galera. Hoje moro em Curitiba e aqui também estão a Gracinha e o Clemilson... um grande abraço a todos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...