quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Em algum lugar do passado...

Mamede Lima


Os três filhos varões do casal Mamede e Benildes Lima, ele, ex-prefeito de Campo maior: Em pé, rindo do irmãozinho caçula, o Rui Saraiva de Lima - atualmente residindo em Maringá [PR]; na garupa , Venício Lima, advogado em C. Maior. No “varão”, vemos a criançinha Luís Inácio Lu... Desculpe!... O saudoso Henrique Lima com a carinha de quem não gostou de jeito nenhum, do corte de cabelo imposto pelo irmão mais velho, Rui, que, mais tarde, já garoto taludinho, na pré-adolescência, leitor assíduo daquelas revistinhas de bolso, proibidas, sujinhas porque muito amadas, e desenhadas com personagens em avançado estado de saliências, também adotou o modelito “samango”, raspado no badalado cabeleireiro das celebridades campomaiorenses, “barba com dor”!

Fotos e foto-montagem: MuseudoRui&Bitorocara+

11 comentários:

rui lima disse...

meu amigo e conterraneo,neto,quero aproveitar este espaço para te agradecer do mais intímo do meu coração,esta grande gentileza para comigo,para com o meu pai e meus queridos irmaos,a divulgação desta fotos,fotos estas que no leva a passado, e nos leva também a vermos que nós um dia ficaremos ,como já estamos ficando com a marca do tempo em nosso rosto.
neto,aproveito ainda para pedir a nossos conterraneos ,que enviem para voce, fotos de seus parentes,para que voce possa homenagea-los,com a divulgaçaõ de fotos antigas
sugiro ainda que voce crie no bitorocara una coluna que venha a se chamar a girafa,pois como sabemos a girafa nao precisa chegar primeiro,pois a mesma enxerga de longe.
neto o homem que tem uma inteligencia acima do normal,um fraterno abraço

Simão Pedro disse...

Ainda esta semana vi o Mamede passando na Frei Serafim,um pouco envelhecido e com uma bengala na mão vi que o mesmo se movia com agilidade e elegância. Agora vendo sua foto, pude ver o quanto a vida nos marca com o passar do tempo.

Zé Devez disse...

Mais rapaz mais não é que tou vendo que é imprialzin o Lula. Pelo meno parece com a pessoa mais importante que o Brasil já teve na istória. O pai dele seu Mamede se repararem foi um dos melhores prefeito de Campo Maior nem que não queira. Aí já é questão de simpatia de política e isso não quer dizer patavina nenhuma, o que vale é o cidadão.

P. Quirino disse...

É isso aí Zé, parente do Zé maduro. Mas como é que uma pessoa consegue decifrar com um palavreado tão simples o que acontece na vida complicada e cheia de arapucas da política? Por isso que continuo acreditando no povo do nosso país, e é por isso que quem sempre desdenhou, pisou em cima, agora, nem que a gobila chore, mandará mais neste grande Brasil.

Gracinha Torres disse...

Quem vai me dizer, como é o nome da esposa do seu Mamede. (?) Ela que me perdoe. Eu sei que inveja é Pecado Mortal mas, ô home bunito da gota!!!!
Beijos a todos.

Rozário disse...

Nessa época ele casou com a dona Benildes que também era muito bonita e muito inteligente, mais sabe momo é homem, depois não sei mais não.

Horácio Lima disse...

Mamede Lima, como gestor da Prefeitura de Campo Maior cumpriu com as obrigações em várias obras em benefício da população local, dentre elas é uma arte antiga de se calçar as ruas de paralelepípedo. Por um determinado período meu pai Paulo Barroso foi um laborioso nesse segmento de ajuntamento de pedras e eu rapazote vinha logo atrás do pai aplicando as primeiras marteladas nas ruas que dão acesso ao açude grande transversal da Av. Demerval Lobão, que nos tempos atuais o asfalto ocultou as pedras.

Ana Lucia disse...

Gracinha, a esposa do Sr. Mamede era a d. Benildes, uma mulher linda e educada e muito elegante, ela foi amiga de minha mãe que dizia que d. Benildes era uma mulher muito bondosa, generosa.
Um abraço a todos

Antonio - De Cuiabá disse...

Lembro-me do Rui e de seus irmãos, Vinícius e Henrique, principalmente do tempo em que a família do sr. Mamede morava em um "prédio" de dois andares, na Avenida Vicente Pacheco (é isso?), ao lado do Beco do Zizi Veras, onde jogávamos bola à noite. Nessa época, eu morava na Rua Pará (Rua do Sol). O Neto se recorda desse tempo bom. Conheci bem o Rui no Colégio Estadual, era um sujeito acessível, embora alguns o considerassem encrenqueiro. O Vinicius era mais calmo; Henrique, mais fechado.
Lembro, embora a idade (acho que uns 13 anos) não permitisse tanto discernimento acerca da política, da gestão Mamede Lima na Prefeitura. Uma boa sacada, essa do Neto de nos ajudar a lembrar de uma época de ouro, que, infelizmente, nunca mais vai voltar.

Francisco Macedo Junior disse...

O seu Mamede Lima, na minha opinião foi um dos melhores prefeitos de Campo Maior.

Joldene disse...

Legal o quadro "Ontem e Hoje" com fotos dos nossos conterrâneos.É realmente incrível a sua capacidade de fazer das pequenas coisas momentos de deleite. Parabéns!!! Valeu!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...