sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

A Natureza reage...

A escatologia nos avisa de que está próxima, a vinda do Messias, o Salvador; o arrebatamento! Campo Maior não ficará de fora dessa onda de “tempo virado pelo avesso”. A televisão está mostrando imagens com alta definição, por todo o planeta. Definitivamente, não se trata de estória de trancoso e nem de alguma profecia deixada pelo saudoso Zé Maduro. Enquanto isso, deem uma olhada na previsão do tempo, que pode ser a qualquer hora, dia, sabe-se lá quando, para nossa querida Bitorocara.
A imagem da simulação gráfica do Bitorocara+ mostra pessoas atravessando o congelado açude entre a praça do Hotel Pousada do Lago e a BR, no Bairro de Fátima. Em primeiro plano, o agitador cultural e blogueiro, Zeferino (ZAN), dá uma trégua no meio do congelado açude, depois de uma caminhada que saiu do Hawai. O filho do seu Augusto Pereira (em pé) tenta reanimá-lo. As previsões, segundo os aficcionados por búzios, cartas de tarô, bola de cristal, de meia, de couro e horóscopos, não são nada estimulantes para os “filhos do sol”: a partir de fevereiro terá início a temporada de tornados nível 3 que desfilará sobre este mesmo açude (já descongelado), provocando mini-tsunamis, marolinhas de três a quatro metros de altura!
O sertão vai virar mar, e o mar...Virá dar com os costados bem aí onde era o rio “Pintadas”!

47 comentários:

Arruda (o honesto) - DF disse...

Do Zan agente já sabe que a bateria tá arriando, mas e essa onda de frio de onde saiu, é verdade?
Amigos, por amor de Deus não me confundam por causa do nome.

Amparo - São Luís (MA) disse...

Essa está ótima. Aí eu irei morar aí, com certeza.

De Assis disse...

Só pode ser delírio das ressacas das noitadas das festas acompanhado do ZAN. Taí uma coisa que eu tinha vontade de ver, ainda mais os véi nesse frio com os ossos tudo doído. Não ia escapar um.

Edmar Oliveira, disse...

Se o sertão vai virar mar. Bitorocara será geleira. É o frio do aquecimento global.
Edmar

zan disse...

Meus e minhas, começar o ano (presta atenção aí, revisor, né ânus novo, alivia, porque tem uns cara aí - ó o palavrão de novo ameaçando sair - que sei não...) com a bateria quase arriando é demais pros meus 63... eu só ameaço me casar de novo se nevar aqui ou se aquela menina de quinze acreditar que eu falo sério quando digo que teria coragem de casar com ela se a vizinhança não fizesse tanto escândalo...(dia desses uma senhora ia subindo as escadas aí embaixo pra fazer uma faxina no aparelho e uma outra disse pra ela:"tu tem coragem de entrar no apartamento desse véi tarado?" A outra não subiu e essa é a desculpa mais fácil que eu dou pra que entra aqui e reclama da sujeira... ô povo pra ter não ter com o que se preocupar, meu santo antonio..nevar o Netto já tá fazendo, agora eu sobreviver mais que uns dias a um casamento com uma garota de quinze é meio complicado...

zan disse...

Depois de resistir a uma entrevista em Teresina com o governador Wellington, que vai sair no próximo número da revista Nossa Gente Pi, e ainda ter que assistir a uma pelada em que o Belchior tirou a fantasia de árbitro cheirando a nafatalina, entre o time do ilustre e simpático primeiro damo do estado e um time de peladeiros da vizinhança da chácara do home, consegui convencer o intrépido editor de desistir de me levar para o reveillon do Havay sob o risco de me atirar às águas contaminadas e geladas do açude num gesto tresloucado... Quando me convidam aqui pra esse tipo de coisa eu temo por minha segurança física e mental, tamanho é o tédio em que costumo ficar nessas situações (é quando eu me arrependo amargamente de não conseguir encher a cara de alguma substância entorpecedora...)

zan disse...

Dos filhos do seu Augusto Pereira, tem um que dá até pra conversar coisa séria, falo do professor Augusto Pereira Filho... Já o meu amigo Marquinhos Pereira, que me persegue desde o tempo em que era menino e aparecia todo domingo de manhã querendo que eu desse toda a tiragem do jornal a Luta pra ele vender na rua... desse é preciso ter cuidado (é um dos que vive me atuzigando aqui pra casar...) Marquinho, cara, alivia, deixa o véi quieto...

Andressa disse...

Sr. João de Deus, eu não quero ver nunca minha Campo Maior desse jeito. Divirta-se com a sua gelada Curitiba, mas nós aqui jamais vamos sobreviver com essa imagem que só de ver dá arrepio no corpo. Nós somos mesmo é do sol e do calor. o Senhor e o seu Zan pode parar por aí. Isso não quer dizer que eu não achei o blog super interessante e super bem feito, mas essa coisa de frio nem pensar.
Um abraço e feliz ano novo.

Ze Devez disse...

Óóói, eu te dixe Zan e Neto,vocês ficam inventando moda, a nossa juventude é quente, pode ficar com a neve de vocês pra lá que nós ficamos com nosso calor e nossa murissocona pra cá.

Milton - de Goiânia disse...

Pode vim quente que estou frevendo. Calma eu só tou lembrando uma música do tempo do Zan e do Zé Miranda e seus reumatismos, viu Andressa?

zan disse...

Boa a discussão sobre o tempo, acho que bateu a nostalgia daquele clima de Brasília na alma do véi... desde que invernou por aqui percebo um pouco mais de bom humor no trato com as pessoas aqui, não tem como desconhecer o efeito do clima sobre o humor das pessoas... de um modo geral as pessoas aqui são um pouco ríspidas e grosseiras pelas razões óbvias, entre elas o clima, claro... a questão da "quentura" do povo tem a ver com os hábitos sexuais das pessoas... mas se vc. fica em casa sem necessidade de ligar um ventilador ou ar condicionado pra se deitar, esticando o tempo de cama ao lado de outra pessoa, por exemplo, dá até pra dormir mais um pouco... já querer que o clima que tá fazendo atualmente aqui seja o clima daqui, ai já é querer demais.

Silveira - de Niterói (RJ) disse...

Quanto àquela idéia do turismo em Campo Maior, taí outra coisa boa pra cidade! "Venham curtir o calor em Campo Maior, na nossa serra com sua cachoeira e vôos de asa delta, rapel e escaladas!". Pouco depois: "Venham curtir o nosso frio inverno patinando no açude, passeando de teleférico até o cume, e se picando lá riba de esqui, e se pegando com Jesus pra o que vai acontecer lá embaixo. Claro que são só fantasias mas que bem poderia ser uma boa pra nossa Campo Maior tão carente de idéias, mergulhada nessa opção única e anual de se encher a cara de cachaça e comer até se entupir de colesterol na festa do padoreiro. Isso vai ficando monótono à medida em que a cidade vai crescendo, com uma geração computador, internet que com certeza vai achar isso uma tremenda chatice, preferindo ficar em casa jogando bola, matando gente, se masturbando e ficando obeso na tela do computador.

Antônio Francisco "Silveira" Lacerda.

Antonio Luis Bezerra - da Ceilândia disse...

Toma prefeito Joãzinho, Zan, curriola do cimitério do Alberto e um piqueiro de cabôco gordo dos zói empapuçado de cachaça que sai daqui de Brasília e de Fostaleza, de Teresina,de Sum Palo pra se juntar com esses pé inchado daí. Êi Capote a culpa disso tudo também é tua. Esse moço da Silveira tem lá suas razão.

De Assis disse...

Agora falando sério esse negócio do turismo bonito que tinha até o Zan voando de asa delta lá de riba da serra atracado com o piguin mixou?

Andressa disse...

E eu perdendo tempo com esse monte de doido, cada um com as idéias mais esculhambada e sem propósito, só podiam ser mesmo de Campo Maior. Tenho um cunhado que deveria se juntar com vocês, pena que ele trabalha e estuda em Porto Alegre no Rio Grande do Sul, mas vou mandar o link do blog pra ele.

Luís Augusto da Paz disse...

Nada do que o Neto vaticinou é impossível. Sabem por quê? Porque a dez quilometros de distância (ou aproximadamente 33 mil pés de altitude) a temperatura ai em nossa querida Bitorocara é de cerca de 40 gráus negativo, segundo ouvi do comandante do voo de uma aeronave quando sobrevoava nossa "bela Campo Maior" como dizia nosso saudoso poeta Otacílio Eulálio.

Horácio Lima disse...

Caro Neto, há dias que não acessava o Blog, dei uma pincelada geral e tomei conhecimento dos fatos, continue com a sua criatividade que só nos envaidece e matar um pouco da saudade da nossa querida Campo Maior.

Abraço aos amigos Zan, Zé Miranda, Belchior, Severo e todos os conterrâneos que acessa essa coluna. horácio-sp

João de Deus Netto disse...

Valeu Horácio! Agora, passada as festas, mãos à obra!

zan disse...

A única bebida que eu bebo aqui, Luis Antonio Bezerra, da Ceilandia, além da água é suco de maracujá, também com água, no big pão, oiando pus ói duma garçonete por quem tou me apaixonando...

Belchior Neto disse...

É, o Zan voltou a sentir os impulsos que atormentam os homens, as pessoas, é visível a maneira de agir e olhar para uma mulher. Quando se trata de pessoas como o eu amigo Zan, torna-se difícil de não perceber. O velho "garanhão" fica inquieto, se coça todo e não tira os olhos da beleza que tanto lhe inspira. Viva o Zan, do alto de seus sessenta e não sei quantos anos mais. Ele voltou a encarar situações românticas. Não sei se esse velho lobo tem coração para tanta emoção.

zan disse...

Belchior, deixa de frescura, cara... No velório do mestre Antonio, o ZéAcélio, malicioso como só ele, me perguntou pela garçonete do Big Pão... disse pra ele que essa garçonete só existe na minha imaginação...

José MIranda Filho disse...

Amigo Horácio, um abraço, com os votos, em particular agora para você (já os enviara no Natal a todos os leitores e comentaristas do Bitorocara), de felicidades durante todo o ano de 2010. E veja se não demora mais a manifestar suas inteligentes opiniões neste blog.
Até mais. Zemiranda.

José MIranda Filho disse...

Ô Milton - de Goiânia -, não falando em nome do Zan, mas apenas no meu, lhe garanto que quem quiser vir quante pra cima de mim, que venha, pois ainda estou mesmo fervendo. Os anos não me abalam. Reumatismo, parece que ainda não, porém cifose, artrose, artrite me incomodam. Bursite, não; este mal só atinge presidente...
Receba meu abraço particular de bom ano de 2010 (eu já o enviara a todos os leitores e comentaristas do Bitorocara no Natal), durante o qual espero continuar lendo suas hábeis considerações sobre os diversos assuntos aqui publicados.
Abraço do Zemiranda.

Ana Lucia disse...

Posso mandar um recado ro Zeferino? Já estou mandando.
Oi Zeferino, estou em Campo Maior e já o procurei para que vc participe de um curso de sorobã na ADVIC, acho que vc iria gostar, vc daria um ótimo multiplicador, já que vc é fera em matemática. O curso vai até a próxima terça-feira e é ministrado por uma professora do ensino especial de uma escola do GDF, que veio aqui como voluntária só pra dar ministrar esse curso, aparece lá por favor.
Um abraço,
Lúcia Araújo

De Assis disse...

Quase que eu despenco da cadeira com o nome desse curso, mas já reparei direito. O Zan tem que fazer um curso de astrose, de prosta e ele vai acabar é dando aula para os professor tudim da universidade. Esse aí vai durar mais do que o Noé da barca da bíblia, é mei que bode só come papel e só toma água, isto é que ele diz.

zan disse...

Amigos, a internet daqui volta e meia tem dado panes e apagões ultimamamente...vou tentar falar com a Lúcia agora mesmo, é só meu motorista fardado aparecer aqui onde estou (Mercado) com a nossa limusine de serviço...

zan disse...

Lucia, aconteceram uns contratempos aqui que me impediram de ir ao local do curso hoje à tarde; tive que ir a Teresina para uma reunião que terminou não acontecendo. Voltei agora pouco muito cansado e sem condição de lhe procurar na casa de seus parentes aqui. Amanhã vou ter um dia menos atribulado (espero) e com certeza nos encontraremos na sede da Advic pela manhã...

zan disse...

De Assis, converso sobre minha saúde com uns amigos daqui que me convenceram a procurar um médico, todo mundo acha que eu, com a minha idade,devo ter alguma problema, como vc. diz, de prosta, astrose (ZéMiranda, corrige aí, que eu tou meio cansado pra fazer isso agora...)ou coisa pior. Semana passada procurei um médico que me disse, de cara, depois de me auscultar, claro, que eu era hipertenso, me passou um remédio, me deu o remédio e eu tomei e piorei da coisa. Contei a situação pro meu principal assessor de assuntos relacionados à minha saúde e ele disse que remédio pra hipertensão que servem pra um paciente não servem pra outro... Fiquei de voltar segunda pra iniciar uma bateria de exames para saber como anda minha saúde, mas até hoje não consegui ter tempo de ir no médico no fim da tarde... Sempre tomei aspirina quando sinto que a pressão tá alta..., funciona.Tenho alterado um pouco minha dieta aqui, volta e meia encaro um franguinho, mas carne vermelha, continuo radical, não como mesmo. Água e papel, depois que o calor aqui deu uma dimininuida, tou bebendo água pela metade. Papel é que tá difícil, o preço de livro e revista tá ameaçando minha sede de cultura.

João de Deus Netto disse...

Zan, experimenta Dorflex (ou genérico)com banana... Mas aí vem o negócio dos organismos diferentes. De todo modo, "a potassa" da manana, ajuda controlar a pressão. Essa dica me foi passada pelo grande amigo, escritor, advogado e historiador, Paulo Couto Machado. E pra provar que não é istória de trancoso, estou vivinho de Deus!
Mas acho bom que procure um médico.

zan disse...

Netto, gosto tanto de médico como de remédio, meu sonho de consumo é morrer um dia andando aí pelas ruas da cidade, de uma doença que eu não quero saber que eu tenho...O diabo é que aqui acolá me queixo de umas dores aqui e ali e invariavelmente ouço dos amigos que tenho que procurar um médico, fazer exames e, inevitavelmente, tomar alguma remédio... Tenho que me curvar ou parar de reclamar e gemer quando saio de dentro de uma carro, por exemplo... Um amigo em Teresina, ontem, me disse que eu tou velho mesmo, depois de me ver sair do carro dele... Dorflex me lembra muito uma pessoa com quem tive uma certa convivência íntima e padecia de enxaqueca e se curou depois que se livrou de mim...

José Miranda Filho disse...

ZAN, está difícil consertar o De Assis. Me diz se não está também acometido de astrite, cifrose, bustrite? De tanto se alimentar de papel, deve está sofrendo, ainda, de gartrite e ulceristrite. Por beber pouca água, de cirtrite e infecção uritória? E também hiper... hipertriste?! Esta, tenho igualmente, e tomo Losartan pra mantê-la normal: 12x8. Dizem que minha pressão é de atleta. Veja só: coisa que nunca fui. Quanto a procurar médicos pra saber como se está de saúde, alguém me disse uma vez (até me recordo do Senador Sigefredo Pacheco quando disse ao meu pai, referindo-se a uma matéria do jornal A Luta criticando-o, e a frase foi a mesma; Sigefredo disse: "Essa garotada está procurando sarna pra se coçar"). Pois bem, meu amigo me disse: "Miranda, está procurando sarna pra se coçar". ZAN, te pergunto: vai procurar sarna pra se coçar? Quanto ao De Assis, vale a pena consertá-lo? Será que isso não nos trará mais uma enfermidade? Sei lá, sei lá!!!

zan disse...

ZéMiranda, padeço de uma gripe que me pegou a baixa imunidade decorrente do estress de não conseguir montar e apresentar a peça que me pagaram pra fazer em Nazaré... Passei a noite passando um vick no nariz e na garganta, tou criando coragem de tomar o banho matinal e fazer o que tem pra ser feito na agenda do dia. Reencontrei ontem depois de muitos anos sem ver pessoalmente, a nossa Lúcia Araújo, que ainda conserva aquele ar de menina sapeca que eu conheci há quarenta anos como professor do Colégio Estadual... Fiquei de voltar a vê-la hoje na Advic, dos deficientes visuais da cidade e fazer uma matéria jornalística sobre as aulas de um casal de professores de sorobã, que é um método e aparelho de fazer cálculos aritméticos para deficientes físicos, e que ela convidou e eles atenderam acompanhando-a nas férias que ela está passando por aqui... Parabéns aí pra todos familiares dela, pela dedicação e abnegação dela com seu trabalho como professora de Braille.

zan disse...

...deficiente físico que eu quis dizer é deficiente visual, mesmo...

De Assis disse...

Zé Miranda quer dizer que pra ter pressão de atleta jogador de barai, ou será de porrinha tem que tomar o remédio de pó de giz, esse tal de losa sei lá que diabo?
E o Zan com esse negócio de ter vontade de morrer caminhando pelas ruas feito o Raimundo que era doido e agora é musico, pois pode tirar o jumento da chuva que aí é que o caba não morre mermo.
Encontrei com Raimundo antes do Natal ali perto da prefeitura e ele é sempre se abrindo todo tempo e alegre. Ele é um dos filhos adotivo do seu Zacaria junto com outro que era o jogador Escurin.

zan disse...

Morrer que EU digo não é morrer, bater as bota, ir embora dessa pra outra melhor... morrer que eu digo é fingir que tá morto pra rir de quem pensa que tá vivo... malandragem que tá no gesto dum jogador do corintians que se embriagava de cicuta pra enganar os trouxa que ele nãO renascia no homem dos ombros largos... já pensou minha sabença quando eu começar a estudar filofias no ead da ufpi no campus de piripiri...? aí é que eu não morro mermo... se não me cuidar viro imortal da acale do joão alves... aí não morro mermo... viro visage no sumitério dos herói do jenipapo...eu e o zemiranda...

Lisete Queiróz - BSB disse...

Zan vc vai embora pra terra dos quatro i? Porque vc não estuda História em Campo Maior que é bem melhor do que escutar gente querendo ser engraçado na marra. Ali em Piripiri todo mundo quer ser que nem fortalezense, se não der pra algo de bom, meu fí, vai ser umaurista.
Acho uma falta de imaginação que não tem nada a ver com os campomaiorenses, é só ver a quantidade de gente boa e talentosa que se descobre a cada di aí para os nossos lados, inclusive sua pessoa. Campo Maior e o Piauí nunca precisou de filósofo, precisa de gente criativa e trabalhadora pra ver se nosso Piauí pega o embalo do que tá acontecendo com o Brasil. Olha só que trabalho bonito esse do seu amigo Neto de Deus e outros campomaiorenses que estão pelo mundo afora.
É o que eu penso.
Um maravilhoso ano novo para todos.
Sei não.

De Assis disse...

Lisete, tá certo que Piripipi não é lá essas carne de sol toda, mais eu moro aqui mulé. Eu sou campomairense e pode ter certeza que daqui pra março eu volto pra Teresina que pra mim fica mais perto. Sim Zan que negócio é que faz mermo essa tal de fisolofia? Porque voçê não dá aula neste colegios famoso de bom que nos temos em Campo Maior? Aquieta o rabo aí careca, aí sim é nosso lugar. O piqueiro de gente que pensa em voltar vai faltar é o que todo mundo vai fazer. Já viu como tá Brasilia, São Paulo, Rio, Haiti, Manga dos Reis e tu ainda quer vadiar pelo mundo.
Eita bicho dificil é gente.

zan disse...

...lembro à douta banca, que eu também passei no vestibular em LICENCIATURA EM FILOSOFIA do ead da ufpi em agosto do ano passado, coisa que deu menos ibope do que minha passagem pra história da uespi... claro que eu vou fazer uma forcinha pra passar esses papeu nas fuça de mei mundo pelaí...claro que eu não fiz as prova do enem pra não ter que humilhar a torcida do contra podendo escolher a federal onde estudar... falar em doido vou homenagear os representante oficial da classe na cidade nas peças que montar aqui... falo do Corega, Ester, Evangelina, Pedro Paru, uns mais outros meno doido que osoutros... (Lembra mais gente doida aí, Neville...) Ur doido de hoje aqui ficam andando feito doido pra cima e pra baixo no pino do meio dia, ao invés de jogar pedra nosoutros, ou viajar nos caminhão zero que tavam vindo de sumpaulo, ou tirar a roupa e andar nua ali perto do mercado dizendo que tava grávida do paulão arrebentador de cabeça de boi no matadouro... a loucura evoluiu ou estagnou na cidade?

zan disse...

...Lisete, vou ter que ir à terra dos quatro is uma vez por mês, lá diz que tem um tal de polo presencial onde eles vão aferir meu nível de assimilação dos conteúdos que pescar na rede... minha idéia é testar a capacidade do povo aqui assimilar a idéia de que filosfia é coisa de doido, não teatro... e se me pagarem uns cascalhos por isso, eu ainda posso até me sentir feliz porque vou poder pagar o aluguél do aparelho e o pf do mercado... com relação a ir todo dia ou quase ao campus da uespi pra me licenciar em história, há o risco de cair na tentação de ficar por ali por aquelas beira de estrada do caminho, onde tem um pessoal que fica me prometendo me chamar de meu lindo por 20 reais a hora...ô linguas de fiderapari...

zan disse...

Neville, comprei uma melancia aqui pro almoço e fiquei pensando em te perguntar se faz mau comer melancia com gripe, antes de comê-lo, mas desisti... Desconfio que faz... daqui a pouco vou dar um refresco pra vocês do blog indo a uma reunião ali pelas bandas da estação...reunião política, deixo claro...

zan disse...

...comê-lo que eu digo, Neville, é comê-la, a melancia, cara, fica frio e deixa de hipocrisia barata...

José Miranda Filho disse...

ZAN, inclui mais um doido na tua lista: Zémiranda. A história entre Piripiri e Campo Maior é assinalada pelo ciúme, despeito por parte da primeira, que, no passado, era inferior em tudo. Depois ela cresceu e Campo Maior não a acompanhou, encolheu, sobretudo em decorrência do que os políticos lhe fizerm: fatiaran-na, como ocorreu com a ex-segunda maior potência mundial: União Soviética; já contou os numerosos países-satélites em volta da Rússia? A mesma coisa em Campo Maior, donde retiraram 5 povoados, o que influenciou no que poderia ser seu desenvolvimento mais acentuado. Outro exemplo? Recife e Fortaleza: enquanto esta saltou, aquela parece que parou. Melancia agrava o estado gripal. Mas o renomado e confiável "curandeiro" Sigefredo Pacheco dizia que se alimentar de frutas não faz mal a nada. Losartan também para ter pressão de atleta jogador de botão, De Assis. Parabéns para a Ana Lúcia Araújo por sua dedicação aos deficientes visuais; eu o sou em parte, sabe?

zan disse...

ZéMiranda, quando nós éramos meninos, os doidos viviam pela cidade, como se fossem pessoas normais, porque as famílias as tinham em casa como o "doido da família". Hoje há uma legislação que os protege do confinamento em manicômios que são verdadeiros depósitos de "lixos" humanos. Doidos mansos como eu e vc. e outros mais aí, enquanto acharmos que não podemos andar pelas ruas do jeito que nascemos... vão deixando a gente mais ou menos em paz... Piripiri é um lugar menos conservador do que Campo Maior, e teve administrações municipais que foram mais felizes do que algumas das nossas aqui nos últimos 30 anos... Políticos que tiveram seu momento na história da cidade e decepcionaram a população, estão praticamente banidos da vida pública da cidade e isso não é pouco porque essas criaturas deixaram uma marca de irresponsabiliade administrativa e descaso com a coisa pública que a gente percebe na forma como as pessoas se relacionam aqui... Quando mau exemplo vem de cima, o povão vai atrás, não tem jeito... Se um prefeito não tem a menor preocupação com compromisso, faz o que quer e não dá a menor satisfação à população, issso sinaliza que os que chegaram "lá", o exemplo que eles dão, é seguido insconscientemente pelos pobres e conscientemente pelos "esclarecidos"...

Horácio Lima disse...

Caros Zan, Netto, Zé Miranda: A vida seria infinitamente mais feliz se pudéssemos nascer aos 100 anos e gradualmente chegar aos 18, como é impossível temos que nos conformar com a visita ao homem do sapato branco ou melhor encarar conforme segue.

>Se tem até 17 anos está na idade do macaco.....descascando constantemente a banana.

>Se tem entre 17 e 20 está na idade da Girafa....comendo florzinha.....e pensando em florzinha.

>Se tem entre 20 e 30 está na idade do Abutre....come tudo que aparece....nem necessita de pensar.

>Entre 30 e os 40 está na idade da Águia....seletivo, escolhe a presa que vai comer.

>Entre os 40 e 50 digamos que está na idade do Papagaio....fala mais do que o que come.

>Entre os 50 e 60 está na idade do lobo....corre atrás do chapeuzinho encarnado mas só come a vovózinha.

>Se está entre os 60 e 70 está na idade do Condor.... com dor aqui, com dor alí, nem sabe de onde vem tanta dor.

>Depois dos 70 entra na idade do Pombo...circula, circula e só faz sujeira.

As dores depende muito da idade que você tiver.

Amigos, com cor ou sem dor, vamos blogar, 2010 vai bombar.

Abraços
hl/sp

José Miranda Filho disse...

Horácio, estou, então, na etapa das dores. Aliás, por conta disso, até alterei o meu nome há um bom tempo. Agora é José das Dores de Miranda Filho Condor. Meus colegas de trabalho riem dele. Mas não é pra isso mesmo, segundo sua explanação aí acima?
ZAN, minha loucura mansa tem dias de muita ira, que, se de posse de uma pistola, sairia pelas ruas cometendo as piores loucuras ao alcance de um louco varrido.

José Miranda Filho disse...

O João de Deus está ligado ao livro do Apocalipse. Porém, pelo que se compreende dos livros sagrados, o mundo (Terra) terminará mesmo é em chamas. Lá na Ásiase acham a Coréia do Norte e o Irã cuidando para que tal possa acontecer, e os Estados Unidos não cruzarão os braços; já se conjeturou em que resultará? Mas é bonita e sugestiva a criação do artista do Bitorocara - o Açude Grande (o Lago do Otacílio Eulálio) congelado de tal modo, interligando o centro ao bairro de Fátima e arredores. Mas, no princípio de inverno, prefiro, como todos, Campo Maior rejuvenescido, a natureza em festa, os campos cobertos de babugem, plenos do capim-mimoso mergulhado em espelhos d'água. O céu misturado de azul, cinza e verde das carnaubeiras tremulando, saudando o inverno que chega, o vento frio sibilando entre suas palmas. Rios, riachos, córregos fluindo, límpidos. Açude Grande, Surubim, Pintadas, Longá, Jenipapo (terra de tantas águas) transbordando. E então: "Os olhos vendo inebriantes paragens. Passeios vespertinos, percorrendo-se e revendo-se panoramas que Deus teve o aprazimento de aperfeiçoar, através de seu gênio de Artífice inigualável. Apenas alvorece, cuida-se de bater pernas pelas campinas, pelos capões espessos, os quais aromatizam a atmosfera, e onde o canário trina, o bem-te-vi estridula, o corrupião gorjeia... Visita-se o córrego já pleno, cuja água se move lepida sobre pedregulho até lançar-se de cima do lajeado para ser engolda pela depressão do terreno, que a estagna. Ali se banha na água gélida, misturandio-se com a boana. Descalços, pisa-se a relva orvalhada, dirigindo-se ao roçado viçoso, onde a trabalhar é visto o caboclo, entre o milharal, o feijoal, o melancial... Contempla-se a natureza vicejante, o gado exprimindo contentamento, pastando no imenso plaino, que, para as bandas do oriente, põe-se ao pedestal do céu ora tristonho, cinéreo, que, lá, principia a desfiar-se de cima abaixo e, sem demora, a derramar forte pranto sobre a região." (Recordações de trechos do conto "Hibernal", que resolvi rabiscar e publicar através do velho "A Luta", saudosos anos sessenta).

José Miranda Filho disse...

E, a respeito das primeiras águas benditas que nos caem do céu para alegrar os sertanejos sofredores de tamanhas sequidão e quentura, também me recordo destes "velsos" despretensiosos que rascunhei muitos anos atrás, mas nunca publicados; onde estaria a coragem para enfrentar tal desafio? E pois, aí vão:
"TRANSMUTAÇÃO
O inverno vem chegando.
Relâmpagos nos olhos
e trovões nos ouvidos, pensei.
As primeiras chuvas matam a sede
da terra ressequida;
molham, de alegria,
as córneas avermelhadas
do macerado sertanejo,
porque lhe abrem
extensos horizontes.
As primeiras chuvas espargem
lâminas de vidro em profusão
nas baixas dos meus pagos,
por meio das quais
o camponês sofrido
pode avistar o firmamento
que lhe sorri agora.
As primeiras chuvas
recobrem de verde
as campinas do meu sertão, amareladas pelo duradouro estio.
As primeiras águas operam
metamorfose análoga
em meu espírito,
imerso na meditação
do excelso milagre:
tornam a umedecer-me
a alma comburida
pela ausência de paixão em quem amo,
e, através dos espelhos
que elas disseminam
nos campos do meu coração,
é-me outorgado ver que o céu
me pressagia felicidades;
pelo prodígio da natureza,
brota o verdejante capim-mimoso
na minha essência.
E neste momento se revigora em mim
a esperança do teu amor."

E mais isto, da mesma época:
"CHUVA & FRIO
O dia de hoje,
que amanheceu chuvoso,
parece-me feito de células.
As nuvens, cumuladas
de cinérea tristeza,
transmitindo-me, mesmo,
a sensação de lugubridade,
copiosamente pranteiam.
Semelhantes a minha alma,
que, asfixiada em melancolia,
carpe amargurada! Por quê?...
O tempo, expirando frio,
corta-me, insensível à minha dor.
Tal qual você, que
- está aqui a resposta -
soprou em mim
o penetrante gelo do desamor!"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...